O passado secreto da Mulher-Maravilha
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

O passado secreto da Mulher-Maravilha

"Francamente, a Mulher Maravilha é a propaganda psicológica para o novo tipo de mulher que deve, creio eu, governar o mundo ", diz seu criador, o Dr. William Moulton Marston em boa reportagem da revista "New Yorker"

Ricardo Lombardi

16 Setembro 2014 | 10h37

wonder.jpg

Sugestão de leitura: a reportagem de Jill Lepore sobre a Mulher-Maravilha publicada na mais recente edição da revista New Yorker. “Superman estreou em 1938, Batman, em 1939, a Mulher Maravilha em 1941. Ela foi criada por William Moulton Marston, um psicólogo com um Ph.D. de Harvard. Um comunicado para a imprensa explicou: ‘Mulher Maravilha foi concebida pelo Dr. Marston para criar um padrão entre as crianças e jovens de uma feminilidade forte, livre e corajosa; para combater a ideia de que as mulheres são inferiores aos homens, e para inspirar as meninas a terem auto-confiança e a se realizarem no esporte e nas ocupações e profissões monopolizadas por homens’, porque ‘a única esperança para a civilização é a maior liberdade, desenvolvimento e igualdade das mulheres em todos campos da atividade humana.’ Marston coloca desta forma: “Francamente, a Mulher Maravilha é a propaganda psicológica para o novo tipo de mulher que deve, creio eu, governar o mundo “.

Mais conteúdo sobre:

feminismoHQMulher-maravilha