As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

O museu do perfume

Ricardo Lombardi

27 Fevereiro 2008 | 07h30

Folheando a versão impressa da mais recente edição revista “T”, do New York Times, achei uma reportagem bacana sobre a Osmothèque, o museu do perfume, que fica no número 36 do Parc-de-Clagny, em Paris. Foi inaugurado em 1990, com 400 fragrâncias. Hoje em dia, segundo conta a reportagem, já são mais de 1700. O museu surgiu com a missão de recuperar a memória de perfumes que já não existem mais e de preservar os novos lançamentos. Foi uma idéia de Jean Kerléo, um perfumista que começou a trabalhar com o assunto em 1955, aos 22 anos. Os perfumes da Osmothèque são mantidos em temperatura de 12 graus Celsius e conservados em frascos com o gás neutro argônio, mais pesado que o ar, para evitar a oxigenação das soluções. Quando você estiver em Paris, faça uma visita. Neste link, o site oficial.