As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

O medo do holandês diante do pênalti

Ricardo Lombardi

06 de junho de 2008 | 07h34

No Wall Street Journal de hoje, uma reportagem um tanto fora da curva para a publicação: inspirado pela abertura da Eurocopa, o jornal publicou uma matéria sobre como o time de futebol da Holanda vem se preparando para melhorar sua performance nas decisões por cobranças de pênaltis. Segundo o texto, olhando as estatísticas, a seleção holandesa é a segunda pior do mundo (só perdendo para Inglaterra). Algumas informações interessantes: pensando no presente, psicólogos foram contratados para tentar ajudar. Um deles, ao ensinar a equipe a lidar com erros, instituiu a técnica do abraço coletivo quando um jogador perde uma cobrança. Pensando no futuro, a federação holandesa obriga que todo jogo amador, começando com os times de garotos de 6 anos, termine em cobranças de pênaltis, mesmo que a partida não acabe empatada, para os moleques irem se acostumando com a prática (taí uma boa idéia). Um holandês entrevistado acha, inclusive, que o “espírito igualitário” da sociedade holandesa não combina com o momento das decisões por pênalti. Vale olhar. Aqui, um vídeo sobre pênaltis que eu achei no YouTube.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.