As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

O homem sem memória

Ricardo Lombardi

20 de setembro de 2007 | 06h47

O neurologista e escritor Oliver Sacks, na New Yorker desta semana, escreve sobre a história de Clive Wearing (foto), um homem que não tem memória (ele lembra apenas dos seus últimos sete segundos). Sugiro que alguma publicação compre os direitos do texto e publique no Brasil, porque vale a pena. Leia a matéria aqui. E veja um documentário muito bacana sobre Clive, exibido na BBC. O texto de Sacks começa assim: “In March of 1985, Clive Wearing, an eminent English musician and musicologist in his mid-forties, was struck by a brain infection—a herpes encephalitis—affecting especially the parts of his brain concerned with memory. He was left with a memory span of only seconds—the most devastating case of amnesia ever recorded. New events and experiences were effaced almost instantly”.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.