As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

O apelo comercial de Tiger Woods (antes da crise): foco, disciplina e força mental

Ricardo Lombardi

14 de dezembro de 2009 | 08h04

woods

Na edição da New Yorker que chega às bancas hoje, texto de James Surowiecki (em inglês) trata da escorregada matrimonial de Tiger Woods do ponto de vista dos négocios (ou, mais precisamente, dos negócios que envolvem Tiger e seus patrocinadores, como Nike, Gillette e Gatorade). “O fato de que os problemas da vida de casado de um golfista possam vir a afetar os resultados financeiros de uma multinacional é um fenômeno relativamente recente”, diz o texto. Ao contrário de outros atletas,como Michael Jordan, o apelo comercial de Woods estava ligado não às suas habilidades físicas, mas à sua força mental e à sua extraordinária capacidade de ser focado e disciplinado. “A cada nova revelação, parece que a maior carreira no mundo dos esportes está sendo redesenhada diante de nossos olhos”, escreve.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.