As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

"Não temos mais esse modelo, senhor"

Ricardo Lombardi

15 de julho de 2007 | 09h34

Pauta muito bem bolada: por que mudar um produto que é bom? Claro que é porque o mercado precisa de novidades. Mas a verdade é que muitos consumidores reclamam da pressa exagerada das empresas, que toda hora querem apresentar um modelo novo de alguma coisa (TV, celular, carro, etc) mesmo quando a versão “ultrapassada” já é ótima, como mostra esta reportagem de Allen Salkin. A matéria diz que nem sempre é ruim para o negócio insistir num produto, apesar das mudanças da moda. O exemplo é a Casio, que continua a vender milhões de relógios da série original G-Shock (foto).

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.