Monja escreve ficção para celulares
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Monja escreve ficção para celulares

Ricardo Lombardi

01 de outubro de 2008 | 06h40

Da Reuters, via Portal Exame, uma boa história: “Aos 86 anos, a mais conhecida monja budista do Japão está atingindo um novo público por meio de um romance escrito para distribuição via celular.

Jakucho Setouchi (foto), escritora prolífica e tradutora do ‘Romance de Genji’, uma história épica do século 11, está apanhando carona em uma revolução editorial: trabalhos curtos de ficção distribuídos em trechos via celular muitas vezes se tornam best sellers quando transformados em livros.

‘Nessa idade, existem poucas coisas que me interessam. Mas é o meu primeiro romance para celular, e foi emocionante’, disse Setouchi, de acordo com um jornal local.” (Dica da Fernanda Guerra Gil).

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: