Michelin: só o marido sabe que ela é crítica do Guia
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Michelin: só o marido sabe que ela é crítica do Guia

Ricardo Lombardi

18 de novembro de 2009 | 06h23

miche

A Carta do Editor, da Editora Abril, destacou uma matéria de John Colapinto sobre o “Guia Michelin”:  

“Em mais de cem anos de história, o Guia Michelin consolidou a fama de bíblia da gastronomia mundial em cima de dois pilares. O primeiro está no rigor das avaliações. O outro, na independência dos seus profissionais, que pagam pelas refeições como clientes comuns e são desconhecidos por todos – ou quase todos, pois a revista New Yorker traz uma inédita entrevista com um desses críticos. Sem abrir mão do anonimato, a profissional do Michelin aceitou falar sobre seu trabalho. Segundo ela, todos no Guia são treinados para entrar e sair do restaurante sem tomar uma nota. Devem guardar tudo na memória. Como escolher qual prato julgar no menu?  ‘Prefiro receitas com muitos ingredientes e bastante complexas para ver do que os cozinheiros são capazes’, disse na reportagem. Um pouco para matar a curiosidade geral, o Guia Michelin acaba de lançar um site explicando as razões de tanto segredo. Mesmo os mais graduados executivos da Michelin não conhecem quem trabalha para eles na concessão das cobiçadas estrelas. A crítica que falou à New Yorker jura que só uma pessoa no mundo sabe o que ela faz: seu marido.”

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: