As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Luta livre radical

Ricardo Lombardi

26 de março de 2008 | 06h29

O repórter Paul Watcher revela os bastidores da Felony Fights, segundo ele a mais radical luta no estilo “Ultimate Fighting” que existe. Não há regras, a maioria dos lutadores é de ex-presidiários, quem perde costuma sair bem machucado e tem gente ganhando dinheiro com toda essa violência. Neste link, a reportagem. Um trecho: “Felony Fights features bouts and techniques that would never be allowed in the U.F.C. or any other state-sanctioned event. Some fights include weapons. Others pit two fighters against one, and even two women versus a man. Practices that are banned in mixed martial arts — including biting and fish-hooking, the term for inserting a finger into an opponent’s mouth and tearing the cheek — are common.” Aqui, um exemplo de luta que eu pesquei no YouTube.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.