EUA: medicina interativa (ou "telemedicina) é bom negócio
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

EUA: medicina interativa (ou "telemedicina) é bom negócio

Ricardo Lombardi

30 de maio de 2010 | 18h05

doutore

Pauta boa publicada pelo New York Times de hoje: avanços na tecnologia de vídeo e a necessidade de reduzir custos médicos transformaram a medicina interativa num negócio promissor. Leia a reportagem: “The Doctor Will See You Now. Please Log On“. Acima, o doutor Jerry Jones, que trata de pacientes usando vídeo — ele tem contrato com a NuPhysicia, uma das novas empresas de “telemedicina”.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: