As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Doutor Ecstasy

Ricardo Lombardi

04 de abril de 2008 | 07h59

Esta aqui eu achei no meu baú, mas sempre vale a pena relembrar matérias boas. Foi publicada originalmente em 2005, pela revista dominical do New York Times. É um longo perfil de Alexander Shulgin (foto), na época com 79 anos, chamado de “Dr. Ecstasy” pelo jornal. Shulgin sempre trabalhou com psicofarmacologia; pelas contas dele, a reportagem informa, criou cerca de 200 compostos psicodélicos, entre eles estimulantes, afrodisíacos, drogas que alteram a percepção do tempo, etc, um “verdadeiro léxico de experiências táteis e emocionais”. Em 1976, Shulgin “pescou uma obscura substância química chamada MDMA das profundezas da literatura química e a introduziu no mundo, onde ficou conhecida como Ecstasy.” Leia aqui.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.