As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

“Dio, come ti amo”

Ricardo Lombardi

12 de dezembro de 2012 | 16h32

O filme de 1966 foi realizado para a aproveitar o sucesso da canção-título, de autoria de Domenico Modugno. Também é um pretexto para Gigliola Cinquetti interpretar vários de seus sucessos, como Non ho l’età e Ho bisogno di vederti. Não é um filmaço, mas vale pelas cenas da Itália e da Espanha na década de 60.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.