Cuidado com os carros que usam adesivos
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Cuidado com os carros que usam adesivos

Ricardo Lombardi

17 de junho de 2008 | 07h02

Como se não bastasse o trânsito caótico dos dias atuais, há uma outra praga que devemos sempre evitar: a dos motoristas agressivos, sempre dispostos a usar as ruas e o automóvel como válvula de escape para suas raivas cotidianas. É possível identificar essas pessoas? Segundo informa o Washington Post, sim. O jornal cita um estudo realizado pelo psicólogo social William Szlemko, da Colorado State University. Szlemko concluiu que os motoristas que colam adesivos com frases em seus carros, usam placas personalizadas ou outros “marcadores de território” não só ficam irritados quando levam uma fechada ou quando o motorista da frente demora para arrancar, mas tendem a usar seus veículos para “expressar raiva”, buzinando, colando na traseira do carro da frente ou usando qualquer outro comportamento agressivo. Detalhe: tanto faz se a mensagem é “da paz” (tipo “eu acredito em Duendes”) ou não (“Tá nervoso:? Vai surfar”). O que importa é o ato de personalizar o carro. Fica a dica.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.