Confrontando as imperfeições
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Confrontando as imperfeições

Ricardo Lombardi

15 de maio de 2008 | 08h15

Uma história e tanto: há dez anos, o casal Michael Roach e Christie McNally (foto), ambos professores de budismo, fizeram um voto intrigante: nunca ficar mais de 4, 5 metros longe um do outro (a medida certa é “15 feet”, que dá 4,572 m). “Se eles não podem sentar do mesmo lado no avião, eles não entram; quando ela usa o banheiro do aeroporto, ele fica parado na porta”, informa esta reportagem publicada hoje pelo New York Times de hoje. O texto explica: “Their partnership, they say, is celibate. It is, as they describe it, a high level of Buddhist practice that involves confronting their own imperfections and thereby learning to better serve the world.”

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.