As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Arlindinho, o Bozo

Ricardo Lombardi

11 de dezembro de 2007 | 06h59

Sugestão de leitura: o perfil, publicado pela Piauí, de Arlindo Tadeu Barreto Montanha de Andrade, ator que interpretou o palhaço Bozo, no SBT. Um trecho do texto de Raquel F. Zangrandi: “‘Fiquei pelado durante dois anos na minha vida’, ele conta, referindo-se aos filmes e peças que fez no início dos anos 80: O Império das Taras, Me Deixa de Quatro, A Insaciável, Corpo Devasso, Delírios Eróticos, As Histórias que Nossas Vovós não Contavam etc. No final de uma de suas peças pornográficas, sua mãe foi ao camarim: ‘Arlindinho, não foi isso que eu planejei para você, meu filho’. A morte da mãe, pouco depois, foi um grande choque e só agravou seu mergulho nas drogas, sobretudo cocaína. Para se livrar da dependência, fez curso de ioga, meditação transcendental, freqüentou mesas de kardecismo, terreiros de umbanda, quimbanda e candomblé.”

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: