As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

A linguagem da comida

Ricardo Lombardi

09 Setembro 2014 | 14h31

menu.jpg

Matéria interessante da Atlantic para quem gosta de gastronomia: “Menu Speak — On food descriptions and status anxiety“, de Jen Doll. “Você não precisa ser um lingüista para notar mudanças na linguagem dos cardápios, mas Dan Jurafsky, de Stanford, escreveu um livro fazendo exatamente isso. Em The Language of Food: A Linguist Reads the Menu, Jurafsky descreve como ele e alguns colegas analisaram um banco de dados de 6.500 menus de restaurantes descrevendo 650 mil pratos dos Estados Unidos. Entre suas descobertas: restaurantes de luxo, não surpreendentemente, usam palavras mais sofisticadas — e longas — do que os restaurantes mais baratos. Jurafsky escreve que “cada aumento de uma letra no tamanho médio das palavras usadas para descrever um prato está associado ao aumento de 69 centavos no preço desse prato.”

 

Mais conteúdo sobre:

culturaGastronomiaLinguística