A era digital e a falta de concentração
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

A era digital e a falta de concentração

Ricardo Lombardi

22 de julho de 2008 | 07h17

Boa matéria publicada pelo London Times: “Stoooopid… Why the google Generation isn’t as smart as it thinks” (algo como, “Estúpido… Por que a geração Google não é tão inteligente quanto pensa”). O subtítulo explica melhor: “A era digital está nos destruindo ao arruinar nossa habilidade de concentração”. A matéria é focada na oposição atenção/distração e o autor entrevistou pessoas como David Meyer, professor de psicologia da Universidade de Michigan, um especialista no assunto. Meyer diz que há evidências de que pessoas que trabalham em atividades onde existe uma propensão à distração (como aquelas que exigem a capacidade “multi-tarefas” de um indivíduo), têm os mesmo sintomas de desgaste que os controladores de tráfego aéreo, ainda no começo da meia-idade. Segundo o texto, essas pessoas podem ter doenças relacionadas ao stress que não são causadas pelo trabalho excessivo mas sim pelo que Meyer chama de “multiple distracted work” ou “trabalho com múltiplas distrações”. “Nenhum ser humano pode, de forma eficaz, escrever um email enquanto fala ao telefone. Ambas as atividades usam a linguagem e o canal de linguagem no cérebro não consegue funcionar dessa forma”, diz.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: