Trump organiza baile em Washington para competir com Oscar
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Trump organiza baile em Washington para competir com Oscar

Ubiratan Brasil

26 de fevereiro de 2017 | 17h35

No mesmo momento em que estiver acontecendo a cerimônia de premiação do Oscar, em Los Angeles, o presidente americano Donald Trump estará comandando, na Casa Branca, em Washington, um baile para os 50 governadores do país, tanto republicanos como democratas. Segundo a agência de notícias EFE, Trump decidiu competir com o Oscar, festa em que é esperada uma avalanche de discursos contra as medidas presidenciais em seus 100 dias de governo.

FILE -- President Donald Trump signs an executive order in the Oval Office of the White House in Washington, Feb. 24, 2017. Trump has stumbled into the most conventional of Washington traps: believing he can master an entrenched political press corps with far deeper connections to the permanent government of federal law enforcement and executive department officials than he has. (Doug Mills/The New York Times)

Presidente Donald Trum, na Sala Oval da Casa Grande. Foto Doug Mills/ The New York Times

“Estou orgulhosa de poder convidar todos os governadores para esse importante evento anual”, afirmou, em um breve comunicado, a primeira dama Melania Trump, que será a mestra de cerimônias a fim de silenciar aos que a criticam pela sua ausência na Casa Branca, preferindo viver em Manhattan com seu filho. “Nessa noite, nós nos uniremos como uma única nação, deixando para atrás as posições políticas e interesses partidários.”
Se o tom político é esperado entre os artistas no Oscar, ainda não se sabe qual deverá ser a resposta de Trump, sempre imprevisível, segundo a EFE. O presidente americano é hábil em fazer comentários ácidos, em que revela seu verdadeiro pensamento, pelo Twitter.

Mais conteúdo sobre:

Trump; Oscar; Casa Branca; cinema