As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Shakira, Santana, Thalia e Gloria Estefan gravarão música contra Donald Trump

O Estado de São Paulo

10 de setembro de 2015 | 19h21

MIAMI – A colombiana Shakira, o cubano Carlos Santana, a mexicana Thalia e a cubano-americana Gloria Stefan, entre outros artistas, gravarão uma música contra o pré-candidato republicano à presidência dos Estados Unidos Donald Trump por sua retórica de ataque aos imigrantes ilegais.

Em entrevista à revista “Billboard” publicada nesta quinta-feira, o produtor musical Emilio Estefan anunciou a estreia da canção “We’re all Mexican”, produção que reunirá dezenas de personalidades latinas para “celebrar os hispânicos e suas conquistas” e “enviar uma mensagem que representa a unidade da comunidade”.

Também participarão da nova música, que será lançada no final de setembro, cantor porto-riquenho Wisin, o rapper haitiano Wycler Jean e o famoso chef espanhol José Andrés, acrescentou o produtor.

Durante o anúncio de sua candidatura às primárias republicanas para a Casa Branca em julho, Trump disse que o México está mandando pessoas “com um montão de problemas”, entre elas “criminosos e estupradores”, aos EUA.

Desde então, as contínuas alusões de Trump aos imigrantes ilegais acenderam o debate político e social no país.

A postura do magnata sobre os imigrantes mexicanos nos EUA se transformou em um dos eixos de sua campanha eleitoral nos últimos meses, provocando uma onda de protestos entre os americanos como em muitos países da América Latina.

Estefan, que diz conhecer Trump “há muitos anos”, classificou os comentários do magnata como “simplesmente equivocados”. E, devido ao eco que tiveram nos meios de comunicação, decidiu produzir uma canção para “levantar o orgulho e mostrar ao mundo o que os hispânicos estão fazendo”.

A música “We’re all Mexican” não é uma resposta ao candidato republicano, mas também uma demonstração do sentimento de progresso dos hispânicos, disse Estefan, vencedor de 19 prêmios Grammy.

Para o produtor e empresário musical, Trump “pode ter a opinião que quiser, desde que não humilhe a minha gente”. (EFE)

Tudo o que sabemos sobre:

Gloria EstefanmúsicaShakiraThalia

Tendências: