Série de conferências em SP, Rio, BH e Brasília receberá intelectuais das mais diversas áreas
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Série de conferências em SP, Rio, BH e Brasília receberá intelectuais das mais diversas áreas

O Estado de São Paulo

03 de agosto de 2015 | 19h40

Com a conferência As Três Utopias da Modernidade, o francês Francis Wolff abrirá, no dia 11, no Rio de Janeiro, o Ciclo Mutações. De lá, o professor de filosofia na Ecole Normale Supérieure, de Paris, segue para São Paulo, no dia 12, e Belo Horizonte, dia 13, para dar início ao ciclo de palestras que será realizado nessas três cidades e também em Brasília, onde a agenda será mais curta. O tema do evento deste ano, que tem, mais uma vez, curadoria do jornalista e professor Adauto Novaes, é O Novo Espírito Utópico.

A programação se estende até outubro, com palestras de intelectuais das mais diversas áreas do saber, com destaque para a filosofia. Em São Paulo, os encontros serão realizados no Sesc Vila Mariana (Rua Pelotas, 141), às quartas, quintas e sextas, às 10 horas – apenas a abertura de Wolff será realizada às 19h30. Para a versão paulistana do evento, o ingresso de cada palestra custa R$ 20 (no site mutacoes.com.br, informações sobre valores e programação completa de cada uma das cidades).

Francis Wolff
Entre os conferencistas estão Franklin Leopoldo e Silva, professor aposentado de filosofia da USP (A Experiência Histórica e Imaginação, 19/8); Olgária Mattos, professora de filosofia da USP e Unifesp (Sem Fronteiras e Sem Passagens, 21/8); Frédéric Gros, professor da Universidade Paris-Est Créteil (A Utopia dos Corpos, 27/8); Jean-Michel Besnier, professor de filosofia na Sorbonne (O Pós-humano: Rumo à Imortalidade?, 10/9); a psicanalista Maria Rita Kehl (A Utopia da Cura em Psicanálise, 25/9); Jorge Coli, professor de História da Arte e da Cultura da Unicamp (Formas Estéticas do Discurso Autoritário, 2/10) e o jornalista Eugênio Bucci (Ladrões de Utopia, 7/10).

Tendências: