Portões do SWU abrem após uma hora de atraso por conta de vistoria da PM
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Portões do SWU abrem após uma hora de atraso por conta de vistoria da PM

Ana Clara Jabur

12 de novembro de 2011 | 13h16


Adriana Plut,  Lipe Fleury e Lucas Nobile – Estadão.com.br

 

A abertura dos portões para o SWU, anunciada para as 12h, aconteceu com mais de uma hora de atraso, por volta das 13h20 deste sábado.

Centenas de pessoas espervam para entrar na arena. Algumas chegaram bem cedo, por volta das 10 horas, para garantir bons lugares para assistir às atrações.

Pessoas passaram mal por causa do forte calor que faz em Paulínia nesta manhã. Enquanto esperava, o público bradava xingamentos ao festival, “vamos invadir” e cantam até a música do Rock In Rio, festival concorrente.

O atraso para liberar o acesso do público ao local de shows seria por causa de uma vistoria da Polícia Militar no local, que acontecia desde às 7h da manhã. O estadão.com.br falou com a PM no local, que informou que pedidos de mudanças foram feitos, mas a fonte não quis revelar quais foram.

Segundo a organização, o atraso ocorreu por medidas padrão da polícia, como revista em bolsas e mochilas do público. A chegada para a segunda edição do evento – ano passado o SWU foi sediado na cidade de Itu, tambem no interior de São Paulo – acontece de forma organizada e tranquila até o momento.

Sob sol escaldante, com temperaturas superiores a 30 graus, atrações como a banda Cruz (no palco New Stage) e o rapper Emicida (no palco Consciência) já passaram o som para seus shows, os primeiros desta edição do festival. O SWU ocorre hoje, amanhã e segunda. Os shows mais aguardados de hoje são os de Kanye West, Snoop Dogg, Damian Marley, Ghostland Observatory e Black Eyed Peas.

 

Tudo o que sabemos sobre:

swuSWU1

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: