O novo velho enxerto de Lady Gaga
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

O novo velho enxerto de Lady Gaga

Ana Clara Jabur

11 de fevereiro de 2011 | 12h16

Por Jotabê Medeiros

Ok, em seu novo single, Born this Way, Lady Gaga copiou Express Yourself, da Madonna.

É cristalino, seria caso até de acusação de plágio.

E daí?

A questão não é essa: Lady Gaga é um patchwork de Madonna, Beyoncé, Shakira, Britney, etc e tal, desde que nasceu.

Gaga disse que se julga a mais original artista da indústria atualmente. Portanto, seu cinismo ao copiar a diva mais copiada do planeta é certamente parte dessa originalidade. Ou do seu masterplan, seu plano-mestre.

Christina Aguilera já tinha copiado Madonna, assim como Britney e Shakira.

E, cá entre nós, nem mesmo Madonna é um produto exatamente original, sua colagem pós-moderna já triturou de Marilyn a Mapplethorpe.

Lady Gaga fez o barulho de sempre ao lançar o seu novo single, ‘Born This Way’: primeiro diz o nome da música, depois mostra a foto e finalmente coloca a música no site oficial.  O burburinho, no entanto, ficou mesmo por conta dos comentários lançados na internet.

(clique nas fotos e faça a comparação)
       X   

Na foto de divulgação do novo single, na página da Gaga, a cantora aparece com uns tumores de body art, chifrinhos e protuberâncias aqui e ali.

“Born this way”. Nasci desse jeito.

Ao mesmo tempo em que nasceu assim, ela recorre aos “implantes” da tecnologia. A body art é uma corrente dos visuais na qual o artista abusa do próprio corpo como numa espécie de manifesto.

“Para relembrar o tempo em que Lady Gaga era original, tô ouvindo The Fame”, postou um fã no Twitter.

Sim, é uma cópia deslavada da Madonna. De que fase?

Bom, Express Yourself saiu em 1989, um single de Like a Prayer, o quarto disco de estúdio da cantora.

Escrita e produzida por Madonna e Stephen Bray, é um chamado à mulher para que assuma seu protagonismo no mundo. “A coisa definitiva sobre a canção é que, se você não se expressa a si mesmo, você não diz o que quer, então você não vai ter o que quer. Em consequência, você estará acorrentado pela sua inabilidade de dizer o que sente ou que vem depois daquilo que você quer”, disse Madonna sobre a música.

A versão 2011 “implantada” de Lady Gaga atualiza essa questão. Agora, além de dizer o que você quer, você deve se orgulhar do que você é.

 Eis o que diz a letra:

“Minha mãe me falou quando eu era pequena: “Nós todos nascemos superstars”/Ela enrolou meu cabelo e me passou batom/ No espelho da sua penteadeira/“Não há nada errado em amar o que se é”, ela disse/“Porque Ele te fez perfeita, babe”/ “Então erga tua cabeça, garota, e irás longe/Ouça o que te digo”/Sou bonita do meu jeito/Porque Deus não comete erros/Estou no caminho certo, baby”.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.