Nova foto prova que Amelia Earhart pode ter sobrevivido ao seu último voo, diz documentário
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Nova foto prova que Amelia Earhart pode ter sobrevivido ao seu último voo, diz documentário

Radar Cultural

05 de julho de 2017 | 11h29

Amelia Earhart em seu avião Lockheed Electra. Foto: REUTERS/PRNewsFoto/Newscom/Handout

O desaparecimento da aviadora norte-americana Amelia Earhart é cercado de mistério e nunca teve uma explicação realmente comprovada. O que sempre foi tido como certo é que o seu avião, Lockheed Electra, teria ficado sem combustível e caído no Oceano Pacífico em 1937.

Entretanto, uma nova foto, revelada no documentário Amelia Earhart: The Lost Evidence, do History Channel, publicada nesta quarta-feira, 5, pela revista People, pode ser a prova que faltava para comprovar que a aviadora na verdade sobreviveu ao seu último voo – e se tornou prisioneira dos japoneses.

A foto foi obtida por Shawn Henry, um ex-diretor assistente do FBI, que acredita que a evidência “muda a história”. Henry é o líder de um time de investigadores que examinaram várias evidências, incluindo partes do avião de Amelia que foram encontradas numa ilha do Pacífico.

“Eu acho que provamos sem dúvidas que ela sobreviveu ao seu último voo”, garante Henry. “E ela foi mantida prisioneira dos japoneses na ilha de Saipan, onde eventualmente morreu.” Nesta teoria, os japoneses teriam prendido Amelia e o seu companheiro de voo, Fred Noonan, por achar que eles seriam espiões dos EUA.

Confira, aqui, a foto original e, aqui, um gráfico da revista People que apontam para Amelia Earhart, Fred Noonan e o avião Lockheed Electra na foto.

O documentário Amelia Earhart: The Lost Evidence estreia neste domingo, 9, no History Channel dos EUA. No Brasil, o especial ainda não tem data de estreia.