No show de Yngwie Malmsteen, aplausos para Jimi Hendrix
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

No show de Yngwie Malmsteen, aplausos para Jimi Hendrix

Apresentação começou com atraso, problemas de microfonia e pouca empolgação do público

O Estado de São Paulo

26 de abril de 2015 | 17h37

Monsters-of-Rock-539x40

Marcia Pezentini

Yngwie Malmsteen, considerado o ‘Deus da guitarra’, começou apresentação no segundo dia do Monsters of Rock com atraso e problemas de microfonia.

Foto: JF Diorio/Estadão

Foto: JF Diorio/Estadão

Falhas no microfone deixaram a voz de Nick Marino, que também é tecladista, inexpressiva diante dos solos virtuosos de guitarra de Malmsteen e as pancadas da bateria.

O público mais olhou do que aplaudiu, e não parecia muito animado com as performances de Malmsteen, que jogava a guitarra para o alto e a girava em volta do corpo.

Uma salva de palmas veio do público quando o guitarrista tocou ‘Purple Haze’, do também lendário guitarrista Jimi Hendrix. O sueco, que já tem fama de não ser muito simpático, pouco interagiu com os fãs que acompanhavam o show deste domingo.

A apresentação, que durou pouco menos de uma hora, foi encerrada com Malmsteen destruindo uma guitarra branca, enquanto o público o aplaudia.

Tudo o que sabemos sobre:

monsters of rockmúsica

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: