Nicki Minaj insulta Miley Cyrus no VMA e continua a criticar racismo nas premiações
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Nicki Minaj insulta Miley Cyrus no VMA e continua a criticar racismo nas premiações

Radar Cultural

31 de agosto de 2015 | 16h22

Nem sempre é fácil distinguir os momentos espontâneos dos encenados nas premiações musicais. Entra nessa categoria o insulto de Nicki Minaj dirigido a Miley Cyrus no último domingo, 30, ao receber o prêmio de melhor clipe de hip-hop por Anaconda, a cantora fez referência a uma entrevista concedida por Miley Cyrus ao jornal The New York Times no dia 27, em que, ao falar de Minaj, a acusava de ciúmes e de não atacar a questão do racismo na indústria da maneira ‘correta’, fazendo com que a questão se tornasse sobre ela mesma.

Em resposta ao insulto, Miley fez um breve comentário sobre como todos na indústria sabem que entrevistas são distorcidas ao serem publicadas.

Nicki Minaj insulta Miley Cyrus no VMA

Nicki Minaj insulta Miley Cyrus no VMA

 

Apesar de momentos como esse serem habituais na premiação como parte do entretenimento, a MTV americana teria garantido ao jornalista Brian Hernandez, da Mashable, que a polêmica entre as duas cantoras não foi ensaiada. A aparição de Taylor Swift no palco com Nicki no início do prêmio, por outro lado, foi combinada: protagonistas de uma querela no twitter em julho, as duas cantoras dividiram o palco para apresentar The Nigh is Still Young, música de Nicki Minaj que abriu o prêmio, seguida de Bad Blood, de Taylor Swift, encerrando a performance com um abraço.

Em 2013, última vez em que Miley assumiu o palco do VMA, foi para sair de um urso de pelúcia gigante e apresentar, dedo de espuma fálico em riste, uma performance ao lado de Robin Thicke , levantando acusações de apropriação cultural pelo uso de dançarinas negras na apresentação e do twerking, tipo de dança tradicional no hip hop com raízes na cultura negra de New Orleans.

Mais conteúdo sobre:

MTV VMA 2015música