Netflix vai finalizar o último trabalho de Orson Welles, ‘The Other Side of the Wind’
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Netflix vai finalizar o último trabalho de Orson Welles, ‘The Other Side of the Wind’

O Estado de São Paulo

15 Março 2017 | 10h49

O serviço de streaming Netflix anunciou na quarta-feira, 14, o que há um bom tempo já vinha sendo tratado como um rumor: a companhia irá restaurar e finalizar o filme The Other Side of the Wind, o último trabalho do cineasta Orson Welles.

O filme não chegou a ser finalizado por conta da morte do diretor, eternizado por Cidadão Kane, em 1985, e se tornou imediatamente uma das mais lendárias obras cinematográficas inacabadas de todos os tempos.

De acordo com o jornal The New York Times, a Netflix conseguiu comprar as 1.083 bobinas de filmes que foram gravadas por Welles e que estavam armazenadas em um depósito em Paris. As filmagens já foram levadas para Los Angeles, como mostram fotos publicadas pelo jornal.

Ao todo, 1.083 bobinas de filme gravadas por Orson Welles foram transportadas de Paris, onde estavam armazenadas, para Los Angeles. Foto: Dmitry Kostyukov/The New York Times

Ao todo, 1.083 bobinas de filme gravadas por Orson Welles foram transportadas de Paris, onde estavam armazenadas, para Los Angeles. Foto: Dmitry Kostyukov/The New York Times

As bobinas estavam sob propriedade de um grupo de produtores, encabeçado por Peter Bogdanovich, que foi um ator coadjuvante no filme, desde 2014. Na época, eles lançaram uma campanha na internet de financiamento coletivo para tentar arrecadar dois milhões de dólares para finalizar o filme. Eles conseguiram apenas 400 mil dólares e a recuperação de The Other Side of the Wind não foi para a frente.

Os produtores, então, negociaram com a Netflix, que teve que refazer todos os contratos de direitos sobre o longa, que será montado de acordo com as anotações feitas por Orson Welles em seu caderno da época.

“Este é um trabalho de amor e um presente para o legado de um dos maiores diretores da história”, disse o chefe de conteúdo da Netflix, Ted Sarandos, num comunicado.

Filip Jan Rymsza, um dos produtores que há sete anos luta para finalizar 'The Other Side of the Wind', o último trabalho do cineasta Orson Welles. Foto: Dmitry Kostyukov/The New York Times

Filip Jan Rymsza, um dos produtores que há sete anos luta para finalizar ‘The Other Side of the Wind’, o último trabalho do cineasta Orson Welles. Foto: Dmitry Kostyukov/The New York Times

Além de Peter Bogdanovich, a equipe de produtores que, há sete anos, tenta finalizar The Other Side of the Wind conta com Filip Jan Rymsza, que revelou ao NYT que há outros elementos do acordo com a Netflix que ainda serão anunciados. Fãs especulam que o serviço de streaming está produzindo, simultaneamente, um documentário sobre a restauração do último trabalho de Orson Welles.

Por enquanto, ainda não há uma data prevista para a finalização do trabalho.

Mais conteúdo sobre:

orson wellesNetflix