Mulher de Johnny Depp será julgada por viajar ilegalmente com cachorros
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Mulher de Johnny Depp será julgada por viajar ilegalmente com cachorros

O Estado de São Paulo

16 Julho 2015 | 09h48

SYDNEY – A atriz americana Amber Heard, esposa de Johnny Depp, terá que prestar esclarecimentos à Justiça da Austrália em setembro após ter sido acusada de entrar ilegalmente no país com seus dois cachorros, informou nesta quarta-feira a imprensa local.

A Promotoria Pública da Austrália acusou Heard, segundo a emissora local ABC, de ter cometido dois crimes vinculados à importação ilegal de animais: transgredir a Lei de Quarentena e produzir documentos falsos. Heard poderá ser condenada até 10 anos de prisão ou obrigada a pagar uma multa de US$ 73.825, de acordo com a ABC.

Johnny Depp_535

Boo e Pistol, como se chamam os cachorros, entraram em maio na Austrália no avião particular de Deep, que está filmando no litoral do país o próximo filme da série Piratas do Caribe, sem as permissões necessárias das autoridades. O ministro de Agricultura da Austrália, Barnaby Joyce, chegou a ameaçar sacrificar os animais se eles não fossem enviados de volta aos Estados Unidos imediatamente, algo que ocorreu dias depois. (EFE)

 

Mais conteúdo sobre:

Amber HeardcinemaJohnny Depp