Michael Jackson tentou ser o Professor Xavier no primeiro filme ‘X-Men’
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Michael Jackson tentou ser o Professor Xavier no primeiro filme ‘X-Men’

O Estado de São Paulo

03 Março 2017 | 13h50

Michael Jackson em 2009, um mês antes da sua morte. Foto: REUTERS/Stefan Wermuth

Michael Jackson em 2009, um mês antes da sua morte. Foto: REUTERS/Stefan Wermuth

O personagem Professor Xavier foi eternizado pelo ator Patrick Stewart nos cinemas em sete filmes da franquia ‘X-Men’. Mas já imaginou se o personagem tivesse sido interpretado pelo rei do pop, Michael Jackson?

Era isso que o cantor, morto em 2009, gostaria, de acordo com o roteirista David Hayter em entrevista ao Hollywood Reporter. Hayter é o responsável pelo script do primeiro filme da franquia, no ano 2000, e que assina também o roteiro do novo Logan, o último filme de Hugh Jackman como o mutante Wolverine.

Questionado se, quando escreveu o roteiro de X-Men (2000) já havia em mente quem faria cada um dos papéis, Hayter revelou que além de Michael Jackson, outros grandes artistas se interessaram para estar no filme, como a irmã dele, Janet Jackson, e Mariah Carey, que tentaram ser a Tempestade, papel que ficou com Halle Berry.

“Eu estava escrevendo a partir dos personagens dos quadrinhos”, conta o roteirista. “Eles me levaram enquanto estavam escolhendo o elenco, então eu fui sortudo o suficiente de estar lá para ver pessoas como Terence Stamp tentar ser o Professor Xavier e Janet Jackson e Mariah Carey para Tempestade. Michael Jackson apareceu porque queria ser o Professor.”

Outros nomes como Viggo Mortensen e Angela Bassett também chegaram perto de serem confirmados no longa. “Foi incrível. Shaq (Shaquille O’Neal) apareceu. Viggo Mortensen apareceu. Eu realmente gostei de Viggo como Wolverine, mas acabou não acontecendo por uma razão qualquer”, revela Hayter. “Angela Bassett foi nossa primeira escolha para Tempestade, mas os agentes dela queriam mais dinheiro do que nós tínhamos na época. A mesma coisa para Rachael Leigh Cook como Vampira.”

Depois de Viggo, Hugh Jackman não era a segunda escolha para Wolverine – Dougray Scott já estava certo de participar do filme, mas um acidente nas gravações de Missão: Impossível 2 obrigaram a produção de X-Men a encontrar um novo protagonista.

A escolha foi tão certeira que Jackman ficou no papel por 17 anos. O filme de despedida, Logan, entrou em cartaz na quinta-feira, 2, nos cinemas brasileiros.

Mais conteúdo sobre:

Michael JacksonX-Men