As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Metallica aos 30 no Rock in Rio

Ana Clara Jabur

26 de setembro de 2011 | 02h56

Roberto Nascimento

Até a última palheta ser gasta, até a última baqueta quebrar, o Metallica há de fazer apresentações demolidoras. É assim há exatos trinta anos e não foi diferente no show que encerrou a terceira noite do Rock in Rio. Todos os clássicos, de Master of Puppets a Sad But True, foram tocados com a energia obstinada que os consagraram, construindo uma apresentação avassaladora que desponta como o melhor show do festival até agora.

Depois do pop friamente calculado que dominou o primeiro dia, as cópias de nu metal que dominaram o segundo, é um alívio a presença de uma banda cuja pegada é brutal e ao mesmo tempo inteligente. O peso demente, dez vezes mais barulhento, do Slipknot, que abriu para Lars Ulrich, James Hetfield, Robert Trujillo e Kirk Hammett, virou poeira diante da experiência da banda californiana.

Se existe elegância no heavy metal, o Metallica a tem de sobra. Os músicos gostam tanto do que fazem que não conseguem ir embora. O bis teve três músicas e, por mais quinze minutos, a banda correu pelo palco, jogou palhetas à plateia, agradeceu a energia do público. Kirk Hammett, em um econômico número solo, tocou um trecho de Samba de Uma Nota Só. James Hetfield fez reverências a Lemmy Kilminster, padrinho do thrash metal que tocara no início da noite. Na plateia, a devoção à banda unia o mar de camisas pretas. “Isso aí me ensinou a ser homem”, contou com orgulho o tatuador Erol Tattoo, que veio de Belo Horizonte e já assistiu a todas as apresentações da banda no Brasil.

O ápice do show veio com Enter Sandman. É de arrepiar o momento em que o dedilhado inicial, semelhante a Come As You Are, do Nirvana, ecoa pela arena. Os compassos que sucederam são o mais vivo exemplo da virilidade trintona do Metallica.

Confira o setlist dp Metallica

The Ecstasy of Gold
Creeping Death
For Whom the Bell Tolls
Fuel
Ride the Lightning
Fade to Black
Cyanide
All Nightmare Long
Sad But True
Welcome Home (Sanitarium)
Orion (Instrumental)
One
Master of Puppets
Blackened
Nothing Else Matters
Enter Sandman

Bis
Am I Evil?
Whiplash
Seek & Destroy

Tudo o que sabemos sobre:

MetallicaRIR 3ROCK IN RIO

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: