As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Lollapalooza chega ao fim; 1ª edição do festival no Brasil apresentou problemas básicos de organização

Ana Clara Jabur

09 de abril de 2012 | 03h22

João Paulo Carvalho – estadão.com.br

Terminou na noite deste domingo, 8, no Jockey Club de São Paulo, a primeira edição do Festival Lollapalooza realizada no Brasil. Com mais de 140 mil pessoas, o evento organizado pelo líder da banda Jane’s Addiction, Perry Farrell, acertou em muitos pontos como horário – todos os shows terminaram pontualmente – mas perdeu no quesito serviços – comida, banheiro, transporte, trânsito e ingressos, por exemplo.

O maior destaque do Lollapalooza foi a única atração mainstream do festival. O Foo Fighters fez um show memorável e deu uma verdadeira aula de rock and roll para as mais de 75 mil pessoas que estiveram presentes no show do último sábado, 7. A banda presenteou os fãs com All My Life, Best of You, Times Like These, Big Me, Monkey Wrench e Everlong.

[galeria id=2608]

As surpresas ficaram por conta das apresentações enlouquecidas do Foster The People, Cage the Elephant, Gogol Bordello e MGMT. O Arctic Monkeys fez um show simplório, mas enérgico e repleto de hits.

Os brasileiros também se destacaram. No sábado, O Rappa, que sofreu com problemas técnicos do palco, ganhou o público com hits da carreira.

A grande decepção do festival foi o Friendly Fires, que chegou ao País com a promessa de fazer um show movimentado e dançante. Prejudicados por problemas técnicos de som do palco, o trio inglês não emplacou e teve uma performance dispersa e apática.

Saiba mais sobre o festival em nosso especial do Lollapalooza 2012

Tendências: