As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Larry Graham encerra a programação de soul da República com funk pesado

Marcio Claesen

06 de maio de 2012 | 20h01

Larry Graham fechou a programação da República com um show que misturou corais de doo wop com funk pesado. Larry rege a sua banda, a classica Graham Central Station, pela pulsaçāo densa de seu baixo. Dá tapas funkrados, conhecidos como slaps, técnica que inventou nos anos 70, no instrumento. A banda responde, engrossando o caldo. Com um cancioneiro de clássicos menos conhecidos, foi um justo encerramento para o palco de soul.

Com informações de Roberto Nascimento

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.