Judas Priest e Manowar disputam o posto de segundo show mais esperado do Monsters of Rock
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Judas Priest e Manowar disputam o posto de segundo show mais esperado do Monsters of Rock

A presença do Judas Priest nos dos dias do festival esfriou os ânimos de Rob Halford e do público

Pedro Antunes

26 de abril de 2015 | 22h32

Monsters-of-Rock-539x40

Se o Kiss é a principal atração do segundo dia do festival Monsters of Rock, neste domingo, 26, quem seria o segundo colocado? Judas Priest seria a escolha mais óbvia, afinal, foi a banda escolhida para anteceder Gene Simmons e companhia. Mas a presença do grupo nos dos dias de evento, sábado e domingo, esfriou os ânimos de Rob Halford e do público.

Rob Halford durante apresentação do Judas Priest (Foto: JF Diorio/Estadão)

Rob Halford durante apresentação do Judas
Priest (Foto: JF Diorio/Estadão)

O mesmo não pode ser dito do Manowar. Para cada lado que se olhasse, na Arena Anhembi, era difícil saber quem era maioria, Kiss ou Manowar. Com as bandas no palco, era claro que o Manowar ganharia a disputa.

Cada canção era entoada pelos “manowarriors”, como são chamados os fãs da banda. Já com o Priest, ficava claro que havia respeito ali. Criado em 1969, o grupo é uma instituição. Breaking the Law é um hino do heavy metal, disso ninguém duvida. Mas as canções mais novas, como Redeemer of Souls já não trazia tanto impacto.

Tendências: