Desanimados, Interpol executa hits e empolga o público
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Desanimados, Interpol executa hits e empolga o público

Ana Clara Jabur

06 de novembro de 2011 | 00h04

Setlist

Braços ao ar, gritos, danças, pulos e uma infinidade de pessoas. Esse foi o cenário presenciado pelo vocalista do Interpol, Paul Banks, durante toda a sua apresentação no palco principal na noite deste sábado, 5, no PlayCenter.

A banda deu sequência à pontualidade das bandas anteriores e subiu ao placo às 22h02. Durante os 60 minutos de apresentação o grupo criado em 1998 tocou sucessos dos 4 álbuns, entre eles Hands Way, Slow Hands, Obstacle 1 e C´mere.

É verdade que a banda formado por Paul Banks, Sam Fogarino e Daniel Kesser pareceu não fazer muita questão de interagir e ser simpáticos com aqueles que cantavam em voz alta as 15 canções que grupo cantou nos 60 minutos de apresentação. O público fez sua parte, faltou a animação por parte do Interpol.

Success
Angels
Narc
Hands Away
Barricade
C’mer
The New
Evil
Lenght of Love
Lights
Heinrich
Cruise
Slow Hands
Jail
Obstacle 1

Tudo o que sabemos sobre:

planeta terra

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: