Guns N’ Roses em São Paulo: Slash faz séries de supino com 20 kg e Axl Rose pede lasanha para show
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Guns N’ Roses em São Paulo: Slash faz séries de supino com 20 kg e Axl Rose pede lasanha para show

Pedro Antunes

10 de novembro de 2016 | 16h16

Banda se apresenta na cidade nesta sexta-feira, 11, e sábado, 12, no estádio Allianz Parque

Parte da formação clássica do Guns N' Roses

Parte da formação clássica do Guns N’ Roses

Um dia antes de subir ao palco do Allianz Parque, em São Paulo, para o primeiro dos dois shows que o Guns N’ Roses fará na cidade, como parte da turnê Not in This Lifetime Tour, marcada por reunir integrantes da formação clássica, com o guitarrista, Axl Rose (voz) e Duff McKagan, o músico conhecido pela cartola usada nas aparições ao vivo decidiu malhar.

Acompanhado por Richard Fortus, outro guitarrista do Guns N’ Roses, Slash desceu do seu quarto e foi à academia de um hotel na zona sul da cidade às 13h20. Os dois músicos da banda norte-americana eram seguidos por três funcionários, todos brasileiros.

No treino de uma hora e 20 minutos de duração, Slash preferiu malhar a musculatura do peito e bíceps. O guitarrista fez séries de supino inclinado com 20 kg. No fly, exercício também conhecido como crucifixo, Slash levantou 12,5 kg em cada braço.

Fortus, por sua vez, preferiu malhar os músculos do ombro e da perna – foram 50 kg no leg press, uma espécie de agachamento auxiliado por uma máquina.

O jornal Folha de S. Paulo revelou, nesta quinta, 11, os pedidos de Axl Rose, vocalista e líder da banda, para os jantares após as apresentações de sexta e sábado. O vocalista pediu por pratos de lasanha e estrogonofe.

A chef que cuidará da alimentação da banda irá preparar uma refeição de frango assado para o guitarrista Slash.

O Guns N’ Roses já se apresentou em Porto Alegre, na última terça, 8 – saiba como foi. Depois de São Paulo, a banda passa por Rio de Janeiro (no Engenhão, dia 15), Curitiba (Pedreira Paulo Leminski, dia 17) e em Brasília (Estádio Nacional, dia 20).

Tendências: