Google divulga passeio virtual pelas salas do Museu Nacional antes do incêndio
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Google divulga passeio virtual pelas salas do Museu Nacional antes do incêndio

Imagens podem ser acessadas por site e também vistas em 360º em ações específicas, como a que o Masp promove no próximo sábado, 15

O Estado de São Paulo

13 Dezembro 2018 | 16h19

O Museu Nacional e o Google Arts & Culture, com o apoio da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e do Ministério da Educação, lançaram nesta quinta-feira, 13, um tour e oito exposições virtuais com imagens de 164 peças atingidas pelo incêndio do dia 2 de setembro. O site para visitas é g.co/museunacionalbrasil.

Entre os artefatos disponíveis para visualização, destacam-se relíquias históricas como o crânio de Luzia, a réplica de Titanossauro e o Meteorito de Bendegó, o maior já encontrado no Brasil.

Neste sábado, 15, das 10h às 18h, em São Paulo, o Masp promove uma “passeio virtual” da mostra virtual. Com três totens munidos de cardboards, os visitantes poderão fazer um passeio em 360 graus pelas salas do Museu Nacional. A atividade é gratuita.

Crânio de Luzia, peça do Museu Nacional, em imagem divulgado pelo Google Arts & Culture

As imagens foram captadas pelo Google em 2017, por meio do Museum View. Com a ferramenta, é possível mergulhar pelas salas do prédio histórico, além de ver, em detalhes, as peças que ficavam em exposição.

Segunda uma nota do Google desta quinta-feira, 13, parte da missão do Google Arts & Culture é trabalhar com o setor cultural e desenvolver novas formas para pessoas de todo o mundo descobrirem e se envolverem com arte e cultura. Mais de 50 instituições culturais parceiras utilizam a ferramenta no Brasil, entre eles o MASP, Museu do Amanhã, Pinacoteca de São Paulo, MAM-Rio e o Theatro Municipal do Rio de Janeiro.

Mais conteúdo sobre:

Museu NacionalGoogle