‘Eu sou o vírus do amor’, diz Rita Lee, se protegendo com álcool gel
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

‘Eu sou o vírus do amor’, diz Rita Lee, se protegendo com álcool gel

Longe dos palcos desde 2012, a cantora participaria em São Paulo do show #RitaLeeCelebration, adiado por conta da epidemia do novo coronavírus

Guilherme Sobota

18 de março de 2020 | 20h04

Rita Lee saiu do seu “auto-exílio” para uma breve aparição nas redes sociais em meio ao surto do novo coronavírus. A cantora apareceu no seu Instagram oficial com uma mensagem de solidariedade: “Eu sou o vírus do amor, e não vou deixar passar o vírus do horror a ningúem”, diz Rita, antes de esfregar as mãos e os braços, cuidadosamente, com álcool gel.

No fim, ela ainda faz um gesto de namastê.

Veja o vídeo que Rita Lee postou:

Longe dos palcos desde 2012, a cantora participaria em São Paulo do show #RitaLeeCelebration, organizado por seu filho, Beto Lee. Marcado para o dia 18 de abril no UnimedHall, o show foi adiado por conta da epidemia.

Nos últimos anos, Rita, hoje com 72 anos, voltou-se para a escrita. Escreveu uma autobiografia e dois outros livros, Storynhas (2013), ilustrado por Laerte, e Dropz (2017).

Rita Lee em seu Instagram pessoal

Tudo o que sabemos sobre:

Rita Leemúsica

Tendências: