Estudante é acusado de estupro e agressão após imitar cenas de “50 Tons de Cinza”
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Estudante é acusado de estupro e agressão após imitar cenas de “50 Tons de Cinza”

João Paulo Carvalho

25 de fevereiro de 2015 | 10h33

Um estudante de engenharia de Chicago, norte dos Estados Unidos, foi preso acusado de estupro e agressão sexual depois de tentar imitar, segundo seu próprio relato, cenas sadomasoquistas do filme 50 Tons de Cinza sem o consentimento da parceira.

Com características similares às cenas do longa de Sam Taylor-Johnson, Mohammad Hossain acorrentou as mãos e as pernas da garota, tampou sua boca com uma corda e os olhos com um gorro, antes de bater nela com um cinto.

A jovem havia pedido que parasse porque estava doendo, mas ele continuou. Quando ela soltou seus braços, ele conseguiu pegá-los e a agrediu sexualmente. Interrogado, ele afirmou que estava repetindo algumas cenas do filme e admitiu a agressão afirmando “ter feito algo ruim”.

50 Tons de Cinza

O filme baseado em um romance homônimo de E.L. James conta a história de amor e submissão entre o milionário Christian Grey (Jamie Dornan) e uma jovem de 22 anos (Dakota Johnson), ainda virgem, seduzida durante uma entrevista. (COM INFORMAÇÕES DE AGÊNCIAS)

Se 50 Tons de Cinza é tão ruim, por que faz tanto sucesso?
Candidato a pior filme do ano, ’50 Tons de Cinza’ estreia nos cinemas
’50 Tons de Cinza’ incentiva discussão sobre erotismo e cinema