Com som impecável, Femi põe público para dançar
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Com som impecável, Femi põe público para dançar

Carolina Spillari

19 de dezembro de 2010 | 01h35

Fotos: Carolina Spillari/AE

O batuque Conexão África Brasil trouxe na noite deste sábado, 19, o melhor da música africana: Femi Kuti, filho de Fela Anikulapo Kuti, o pai do Afrobeat. A balada acontece novamente no Sesc Santo André neste domingo, 20, com começo previsto para as 17h.

Na tarde deste sábado, antes de Femi, passaram pelo palco a DJ Pathy Dejesus, a MC Anelis Assumpção, o grupo de rap Elo da Corrente e Kiko Dinucci. A banda de Dinucci (foto acima) arrasou com releituras de pontos de orixás com uma pegada suingada.

Femi trouxe uma banda de respeito com 10 músicos e três dançarinas que, com sua dança sensual e rebolante, conseguiram colocar muita baiana no chinelo. A música vibrante, a sincronia e afinação impressionantes empolgaram a plateia que dançou, sacudiu e aplaudiu as canções de Femi.

Neste domingo, 20, a abertura ficará a cargo do DJ Nuts e MC Thaíde, M. Takara 3 e Maquinado. Femi Kuti e banda sobem ao palco novamente para fechar a noite. Imperdível. A entrada custa R$ 24 (inteira). O Sesc Santo André fica na Rua Tamarutaca, 302 (4469 1200).

Veja também:

linkO guardião do batuque politizado

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: