Com homenagem a Ney Matogrosso e Chico Buarque no palco, Prêmio da Música Brasileira escolhe os melhores do ano
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Com homenagem a Ney Matogrosso e Chico Buarque no palco, Prêmio da Música Brasileira escolhe os melhores do ano

O Estado de São Paulo

20 de julho de 2017 | 00h59

Ney Matogrosso, no Prêmio da Música Brasileira (Foto: Fábio Motta)

“Acorda, vem olhar a lua.”

Assim Ney Matogrosso, o homenageado da noite, anunciou o início do Prêmio da Música Brasileira,  na noite desta quarta-feira, 19, no início da cerimônia realizada no Rio de Janeiro, no Theatro Municipal da cidade.

E dessa forma celebratória correu a noite, infelizmente confusa. A premiação, com Maitê Proença e Zélia Duncan como apresentadoras, acelerou a entrega dos prêmios. Os vitoriosos, principalmente no início da noite, foram chamados ao supetão.

Ainda assim, a noite foi de homenagem. Ney Matogrosso, com sua vida e obra, foi o centro das atenções. Até mesmo quando Chico Buarque subiu ao palco, para cantar As Vitrines, uma canção do próprio gravada por Ney em um disco de 1996, o homenageado era a estrela.

Lenine, no Prêmio da Música Brasileira (Foto: Fábio Motta)

Uma noite realizada na camaradagem. Foram apresentações de convidados que não receberam cachê. Apresentaram-se Ivete Sangalo (com Sangue Latino), Alice Caymmi e Leila Garin (com Bomba H), Chico, Pedro Luis (com O Mundo), Karol Conká (Homem com H), Lenine (Bicho de Sete Cabeças) e Baiana System (Inclassificáveis).

Ney cantou mais das suas músicas. Por fim, a música brasileira foi celebrada, nas suas diferentes vertentes.

Ney Matogrosso, no Prêmio da Música Brasileira (Foto: Fábio Motta)

Veja, abaixo, a lista dos vencedores da noite da 28º Prêmio da Música Brasileira:

Melhor Grupo: MPB4

Melhor Album: Lenine e Martin Fondse

Melhor Cantor: Lenine

Melhor Cantora: Maria Bethânia

Arranjador: Letieres Leite (Letieres Leite e Orkestra Rumpilezz – A saga da travessia)

Os Saltimbancos Sinfônico – Orquestra Petrobras Sinfônica (produzido por: Orquestra Petrobras Sinfônica)

Álbum em língua estrangeira: Alessandra Maestrini

Regional

Melhor Grupo: Grupo Rodeio

Melhor Dupla: Zé Mulato & Cassiano – Bem Humorados

Melhor Album: Cabaça dagua

Melhor Cantor: Alceu Valença

Melhor Cantora: Ana Paula da Silva – Raiz Forte

POP / ROCK / REGGAE / HIPHOP / FUNK:

Melhor álbum: Canções eróticas de ninar – Tom Zé

Melhor Cantor: Rael – Coisas do meu imaginário

Melhor Cantora: Maria Gadu

Melhor Grupo: BaianaSystem

Revelação: Baiana System

Melhor Canção:  Descaração familiar – Tom Zé

Melhor DVD: Alice Caymmi – Rainha dos Raios Ao Vivo

Projeto Especial: Delírio de um romance a céu aberto – Zé Manoel (produzido por: Thiago Marques Luiz)

Melhor Projeto visual: Amor Geral – Fernanda Abreu (Giovanni Bianco)

Canção Popular

Melhor Grupo: Saulo Duarte e a Unidade

Melhor Dupla: Zezé de Camargo e Luciano

Melhor Álbum: Elza Canta e Chora Lupi – Elza Soares (produzido por: Eduardo Neves)

Melhor Cantor: Odair José

Melhor Cantora: Ivete Sangalo

Instrumental

Melhor Grupo: Letieres Leite e Orquestra

Melhor Album: A Saga da Travessia

Melhor Solista: Toninho Ferragutti

Samba

Melhor Grupo: Casuarina

Melhor Album: Pedro Miranda – Samba Original

Melhor Cantor: Zeca Pagodinho – O Quintal do Pagodinho, ao vivo – Volume 3

Melhor Cantora: Roberta Sá – Delírio no Circo

Mais conteúdo sobre:

músicaney matogrossoCHICO BUARQUE