Cineasta Simião Martiniano morre no Recife aos 82 anos
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Cineasta Simião Martiniano morre no Recife aos 82 anos

O Estado de São Paulo

27 de abril de 2015 | 21h40

Morreu na manhã desta segunda-feira, 27, aos 82 anos, o cineasta Simião Martiniano. Internado na Santa Casa de Misericórdia do Recife, ele foi vítima de um câncer no esôfago. Simião ganhou reconhecimento nacional em 1998 com o curta-metragem Simião Martiniano, O Camelô de Cinema, dirigido por Hilton Lacerda e Clara Angélica.

O filme mostrava a trajetória do cineasta alagoano que veio a Pernambuco bem jovem e, apaixonado por cinema, dividia-se entre vender discos de vinil como camelô no centro do Recife e produzir filmes de ação e humor com recursos próprios.

Marcio Fernandes/Estadão

Marcio Fernandes/Estadão

Ele é autor de filmes de baixo orçamento, entre eles O herói Trancado (1989) e A moça e o rapaz valente (1999), Martiniano chegou a ser apelidado de Ed Wood do Nordeste, em referência ao cultuado diretor “trash” cuja vida foi retratada no filme homônimo de Tim Burton, de 1994. Nascido em Alagoas – mas radicado em Pernambuco ainda na década de 1950 -, Martiniano frequentemente explorava em suas obras faroestes ambientados no Nordeste.

Tudo o que sabemos sobre:

cinemaSimião Martiniano

Tendências: