As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Centenas se reúnem para ver Gene Simmons em livraria em SP

25 de abril de 2015 | 17h52

Monsters-of-Rock-539x40Pessoas chegaram desde a noite de sexta-feira ao Conjunto Nacional, na Av Paulista, para tentar pegar senhas para passar cinco segundos na frente de uma das mentes mais brilhantes do Hard Rock mundial. E eventualmente desmaiar, como quase chegou a acontecer com uma das fãs que passou por ali.

Gene Simmons autografou 100 livros, respondeu a perguntas da imprensa e abraçou um par de fãs sob gritos mais ou menos descontrolados de centenas de outros kiss-maníacos que esperaram bastante tempo para, pelo menos, poder dizer que estiveram no mesmo ambiente que Simmons.

 

“A vida é um negócio, então esse é um livro sobre a vida”, disse, sobre EU, S.A, publicado pela Rocco.

Sobre o show que o Kiss faz neste domingo, 26, encerrando o Monsters of Rock, ele afirmou estar animado. “São Paulo é sempre muito louco”, brincou. “As pessoas pagam para nos ver, então é claro que tocamos com muita vontade, sem nenhum tape, nós suamos de verdade, é isso.”

“Nos vemos amanhã! “, gritou com o público, entusiasmado com as breves palavras do mestre.

Junior Wiechinieski, 17, chegou 1h da manhã na fila e após pegar a assinatura do ídolo, se derramou em lágrimas. “Conheço há uns cinco anos, mas parece que é muito mais, eles têm muita importância na minha vida”, comentou,  soluçando. “Quero ter uma banda por causa desse cara.”

Na saída do evento, Simmons foi simpático e atendeu a pequena multidão que se juntou ao seu redor. Correria e alguns gritos, mas nada grave. Sem dúvida, esse é um cara que entende o que está fazendo.

Tudo o que sabemos sobre:

Monsters of Rock; Música

Tendências: