Busta Rhymes critica Donald Trump em apresentação no Grammy Awards
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Busta Rhymes critica Donald Trump em apresentação no Grammy Awards

O Estado de São Paulo

13 de fevereiro de 2017 | 02h37

Tribe Called Quest se apresenta no Grammy 2017. Foto: REUTERS/Lucy Nicholson

Tribe Called Quest se apresenta no Grammy 2017. Foto: REUTERS/Lucy Nicholson

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, foi mais uma vez alvo de críticas em uma grande premiação. Dessa vez, no Grammy Awards, o líder norte-americano foi chamado de “presidente agente laranja” pelo rapper Busta Rhymes.

A crítica do artista veio na apresentação conjunta com A Tribe Called Quest e Anderson .Paak, que apresentaram as músicas Movin Backwards, We the People e Award Tour.

“Eu quero agradecer ao presidente agente laranja por perpetuar todo o mal que vocês vêm perpetuando pelos Estados Unidos”, disse Rhymes. “Eu quero agradecer ao presidente agente laranja por sua tentativa mal-sucedida de banir muçulmanos. Agora nós nos juntamos!”.

A apresentação do grupo terminou ainda com mais protestos, com todos repetindo a palavra “resista”.

Apesar das críticas no palco, Trump recebeu apoio ainda no tapete vermelho da premiação. A cantora Joyce Villa foi ao Grammy com um vestido que repetia o slogan de Trump, “Make America Great Again”. Através das suas redes sociais, a artista comentou sobre o vestido: “às vezes você precisa ser livre para se expressar”.

 

Tudo o que sabemos sobre:

Grammy

Tendências: