Beyoncé entra com ação judicial contra produtos Feyoncé
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Beyoncé entra com ação judicial contra produtos Feyoncé

O Estado de São Paulo

06 de abril de 2016 | 18h44

A cantora americana Beyoncé entrou com um processo judicial nesta terça-feira (5) contra uma empresa do Texas, nos Estados Unidos para interromper a venda de dezenas de camisetas, agasalhos e até mesmo canecas com o nome Feyoncé.

Na ação apresentada ao tribunal federal de Manhattan, Beyoncé acusa Feyoncé Inc. e três indivíduos, todos da cidade de San Antonio, de “descaradamente” vender produtos ilícitos Feyoncé no site http://www.feyonceshop.com.

Entre os itens, uma caneca com a frase he put a ring on it custa US$ 14,95, que, de acordo com Beyoncé, tem a intenção de fazer referência à letra do sucesso Single ladies.

Beyoncé, de 34 anos, casada com o rapper Jay Z e vencedora do Grammy, afirmou que as vendas das imitações Feyoncé confundem consumidores, causam danos irreparáveis, e os acusados ignoraram os seus pedidos para que parassem.

beyonce_535
Ela disse que um dos acusados, Andre Maurice, chegou a pedir registro de marca para Feyoncé com e sem acento no “e”. “Os acusados adotaram a marca Feyoncé para fazer referência à Beyoncé e a sua famosa música”, diz o processo. “A conduta dos acusados descrita aqui é intencional, fraudulenta, maliciosa e irresponsável.” (REUTERS)


Veja mais
Beyoncé é capa da Elle de maio em 45 países
Beyoncé causa alvoroço nos EUA com postura engajada

Tudo o que sabemos sobre:

Beyoncémúsica