Após mico na transmissão ao vivo e críticas na web sobre piada com morte de Carrie Fisher, Jorge Pontual se defende
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Após mico na transmissão ao vivo e críticas na web sobre piada com morte de Carrie Fisher, Jorge Pontual se defende

O Estado de São Paulo

28 Dezembro 2016 | 09h38

pontual

O jornalista da GloboNews Jorge Pontual se colocou numa posição difícil ao tentar usar bom humor durante o noticiário que informava a morte da atriz Carrie Fisher na emissora.

Durante o seu comentário, direto de Nova York, ele brincou que quem mais lamentou a morte da atriz, que interpretava a princesa Leia em Star Wars, foi o Chewbacca. “O Chewbacca disse: (e imitou o grunhido característico do personagem)”, disse Pontual… para um silêncio constrangedor dos três colegas de transmissão.

Veja:

Muito criticado na web, Pontual usou seu twitter para se defender. “Elogiei muito o trabalho dela pela aceitação da bipolaridade, da doença mental e da dependência química. Que pena que você não ouviu”, escreveu para um internauta. “Muito engraçado, pseudojornalistas chorando a ‘morte do jornalismo’ porque eu tratei com bom humor da grande figura que foi Carrie Fisher”, disse depois. “Pena que alguns fãs dela no Brasil não tenham o menor sense of humor. Não sacaram Carrie Fisher.”

Veja alguns dos tuítes da discussão:

 

A atriz Carrie Fisher, mais conhecida por seu papel como Princesa Leia nos filmes de Star Wars, morreu aos 60 anos em Los Angeles, nesta terça-feira, 27.

Mais conteúdo sobre:

Carrie FisherJorge Pontual