As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Amigos e colegas falam sobre Norma Bengell

Eliana Silva de Souza

09 de outubro de 2013 | 11h38

Marilia Pêra, Atriz
No fim, Norma foi se sentindo abandonada, desprotegida, doente, apesar da presença dos amigos. Foi uma vedete muito bonita. Era uma mulher talentosa. Depois que se casou e foi para a Europa, vinha para o Brasil e a gente tinha a sensação de que era uma estrela internacional chegando.

Silvio Tendler, Cineasta
Eu a conheci em 1972 e tínhamos uma amizade bonita. Ela não podia mais captar e estou fazendo um filme para ela sobre o cartunista J. Carlos. Ela estava muito triste por conta da morte da companheira dela, que era seu esteio. Acho que ela estava cansada, tinha uma vida difícil, sem dinheiro, deprimida, e meio que se entregou.

No Twitter:

José de Abreu, Ator
Norma Bengell, minha paixão de adolescente! Ficamos amigos nos anos 90. Filmei com ela O Guarani.

Aguinaldo Silva, Novelista
Ela ficará sempre em nosso coração, em lembranças imortais como essa do vídeo

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: