Vencedor da 1ª Edição do Prêmio Musique

Vencedor da 1ª Edição do Prêmio Musique

Estadão

11 de agosto de 2010 | 16h58

vencedor
Olavo Barbi Botelho, o Oleives
Idade: 25 anos
Local: Belo Horizonte – MG

Vem de Minas Gerais o vencedor da primeira edição do Prêmio Musique. Oleives, músico conhecido das noites de Belo Horizonte, se destacou entre os outros 516 participantes que mandaram trabalhos de 22 estados do Brasil e foi escolhido por Arnaldo Antunes para ser seu parceiro. Nas mãos de Oleives, a letra inédita Planta Colhe, de Arnaldo Antunes, se tornou um afoxé pop cativante, cheia de referências ao trabalho do próprio Arnaldo.

Olavo Barbi Botelho, o Oleives, 25 anos, tem influências de músicos do Clube da Esquina, como Flavio Venturini, Fernando Brant e Milton Nascimento. Jornalista formado, deixou o diploma de lado para atuar em bandas como a Jacanarana, de reggae, e a Do Sal, que faz uma MPB mais pop. Seu primeiro CD está pronto para ser lançado.

Só de São Paulo havia 364 compositores inscritos. Outros tantos vinham do Rio de Janeiro, Bahia, Goiás, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Tocantins, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Alagoas, Amazonas, Rio Grande do Sul. De Minas Gerais, terra de Olavo, eram 19

Os jurados recebiam apenas o número de cada concorrente, sem nome ou local de origem. Destes 517 iniciais, o júri, presidido pelo pianista Amilton Godoy, do Zimbo Trio, e com o baterista Charles Gavin como jurado convidado, escolheu cinco finalistas. Ainda com nomes e origens sob sigilo, estes cinco selecionados foram enviados ao próprio Arnaldo Antunes para que o autor da letra batesse o martelo. Arnaldo pediu tempo para ouvir bem, até que resolveu pelo autor da música que levava o número de identificação 397. ” Era uma canção que estava mesmo no meu universo. Mas não foi por isso que a escolhi, gosto de ser surpreendido. Escolhi porque ele foi muito feliz no arranjo, na simplicidade para dar o recado “, diz Arnaldo.

A canção de Oleives e Arnaldo Antunes se tornou a primeira parceria feita na música brasileira por meio de um concurso de um jornal, realizado pelo Caderno 2+Música e pela Rádio Eldorado.

de Minas Gerais o vencedor da primeira edição do Prêmio Musique. Oleives, músico conhecido das noites de Belo Horizonte, se destacou entre os outros 516 participantes que mandaram trabalhos de 22 estados do Brasil e foi escolhido por Arnaldo Antunes para ser seu parceiro. Nas mãos de Oleives, a letra inédita Planta Colhe, de Arnaldo Antunes, se tornou um afoxé pop cativante, cheia de referências ao trabalho do próprio Arnaldo.

Olavo Barbi Botelho, o Oleives, 25 anos, tem influências de músicos do Clube da Esquina, como Flavio Venturini, Fernando Brant e Milton Nascimento. Jornalista formado, deixou o diploma de lado para atuar em bandas como a Jacanarana, de reggae, e a Do Sal, que faz uma MPB mais pop. Seu primeiro CD está pronto para ser lançado.

Só de São Paulo havia 364 compositores inscritos. Outros tantos vinham do Rio de Janeiro, Bahia, Goiás, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Tocantins, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Alagoas, Amazonas, Rio Grande do Sul. De Minas Gerais, terra de Olavo, eram 19

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: