Rapper Don L é anunciado no festival Rec-Beat, no carnaval do Recife, e se junta a Carne Doce, Xenia França e Johnny Hooker
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Rapper Don L é anunciado no festival Rec-Beat, no carnaval do Recife, e se junta a Carne Doce, Xenia França e Johnny Hooker

Pedro Antunes

31 Janeiro 2018 | 11h01

Naquela noite no Sesc Pompeia, a Choperia (agora também conhecida como Comedoria) fervia como há tempos não se via. Depois de seis meses, numa quinta-feira, Don L estreava o show de Roteiro Pra Aïnouz, Vol. 3, um dos grandes discos de 2017.

Don L lança o disco ‘Roteiro Pra Aïnouz, Vol. 3’ (Foto: Werther Santana/Estadão)

Caos, angústia. Os versos do rapper reverberavam pelas paredes de tijolos a mostra daquele espaço, escorriam como o suor que brotava das testas dos presentes ali.

+++ Crítica: rapper Don L cria, em disco, roteiro para um filme de desamores, desilusões e doses de gim

Foi uma noite especial, aguardada, quente. Êxtase.

“E a noite só começou / 
A noite só começou / 
A vida só começou / 
E eu quero me sentir vivo”, canta ele em Se Num For Demais.

Don L, naquela noite, também seu aniversário, sentiu o que era estar vivo. Intenso.

E agora Don L vai seguir com Roteiro Pra Aïnouz, Vol. 3. O blog anuncia, em primeira mão, que o rapper fará sua primeira apresentação no festival Rec-Beat, o já tradicional festival realizado durante os dias de carnaval, no Cais da Alfândega, no Recife.

A programação do festival deste ano tem sido revelada aos poucos – e está uma delícia. Don L se junta a Carne Doce, Larissa Luz, Ana Muller , Xenia França, Fémina e Johnny Hooker.

+++ Siga o autor no Instagram e conheça o ‘Tem um Gato na Minha Vitrola’, um programa de música feito nos stories 

O carnaval do Recife, no centro antigo, chapa com o frevo e com palcos espalhados pela cidade. No Cais da Alfândega, a fervura queima, no bom sentido, com a curadoria de Antonio Gutierrez. Criado há 23 anos, o Rec-Beat é referência entre os festivais independentes.

A edição deste ano aponta para o futuro, com artistas que prometem um  2018 imenso, como Larissa Luz e Carne Doce, cujos novos discos serão lançados neste ano com apoio da Natura Musical. E inclui artistas como Xenia França e Don L, cujos álbuns de 2017 têm muita pólvora para queimar.

+++ Jards Macalé, Liniker, Carne Doce, The Baggios e Francisco, El Hombre: confira os selecionados pelo edital Natura Musical 2018

Roteiro Pra Aïnouz, Vol. 3 é um dos discos de 2017, uma saga autobiográfica narrada a partir da chegada do rapper em São Paulo, vindo de Fortaleza. Do desencanto ao fundo do poço, do fim da linha ao recomeço.

Don L lança o disco ‘Roteiro Pra Aïnouz, Vol. 3’ (Foto: Werther Santana/Estadão)

A jornada do rapper é contada de trás para frente. Começa do fim da história de vida do rapper, nascido Gabriel Linhares da Rocha. No disco, que funciona como um roteiro de filme, pouco se sabe sobre o personagem a não ser alguns fantasmas que foram deixados para trás.

+++ Entrevista: Don L reafirma a existência de um novo rap

“Meus irmão num fecharam o secundário / 
Deixaram de ser réu primário e já eram pais / 
Ou tiveram que segurar um barraco e já era a paz / 
Um a um ficaram pra trás / 
Eu segui a estrada / 
Como um sobrevivente de guerra / 
Ou de guerras”, rima Don L em Aquela Fé.

Não há necessariamente um final feliz, daqueles de filme água com açúcar, quando Laje das Ilusões, a última do disco, encerra sua última batida. É um encerramento real, de um personagem reerguido, pronto para voltar à batalha.

Não é o encerramento da luta. É só o fim do round.

23ª edição do Festival Rec-Beat
Dias: 10 a 13 de fevereiro de 2018 (sábado até a terça-feira de Carnaval)
Início: a partir das 19h30
Local: Cais da Alfândega, Bairro do Recife
ENTRADA GRATUITA, AO AR LIVRE, ABERTO AO PÚBLICO
Informações no site