No cenário de ‘Recomeçar’, Tim Bernardes grava versão ao vivo de ‘Calma’; assista
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

No cenário de ‘Recomeçar’, Tim Bernardes grava versão ao vivo de ‘Calma’; assista

Pedro Antunes

15 de agosto de 2018 | 13h00

Ao redor, o piano em pedaços. Desmontado. Como nós, como Tim, como qualquer um que aceita que “a dor do fim vem para recomeçar”.

É esse o verso que encerra Recomeçar, a canção de Tim Bernardes e último videoclipe do músico lançado faz um mês, mais ou menos (você pode ler o que escrevi a respeito aqui, mas, já aviso, prepare o coração).

Tim Bernardes na live session de ‘Calma’ (Foto: André Dip)

Entre as tantas metáforas possíveis para o vídeo em questão, aquela do recomeço, do se “desmontar para ser algo inteiro de novo” é a mais simples e necessária para embarcarmos na nova jornada de Tim.

Porque chega agora, com exclusividade no blog, a “live session” registrada no mesmo cenário de Recomeçar. Aqui está o vídeo ao vivo de Calma:

O vídeo é novamente dirigido por André Dip e Zé de Menezes, também responsáveis pelo clipe de Recomeçar. Tudo foi filmado em película e mantém a estética analógica do vídeo anterior. E o melhor, todo o registro é de um só take.

Cercado pelos restos do piano usado por ele para se “desmontar” e, portanto, “recomeçar”, ele pega sua harpa e, só no gogó, cantar por “calma”.

Antepenúltima canção de Recomeçar, o álbum, Calma é também o último respiro na tentativa de manter o(s) relacionamento(s) que são cantados no disco.

Também é o adeus.

O último.

“Calma, calma, meu amor”, canta Tim Bernardes. “Eu vou pensar em você, às vezes se lembre de mim”, ele diz, em outro trecho.

Por fim, vem a realização de que seguir é em vão. “Vai tranquila”, ele pede. “Hoje eu guardei tudo de bom entre nós pra gente não se esquecer”.

A partir daí, desse adeus, vem o recomeço.

(Siga o autor do blog e conheça o ‘Tem um Gato na Minha Vitrola’, um programa de música feito nos stories do Instagram)

Tendências: