As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

BaianaSystem e Titica aproximam Bahia e Angola com a inédita ‘Capim Guiné’; assista ao clipe

Pedro Antunes

18 de setembro de 2017 | 14h15

São 5,6 mil quilômetros. Parece muito, mas BaianaSystem e Titica mostram que não é bem assim.

Salvador, na Bahia, e Luanda, na Angola. Geograficamente distantes, mas só.

Titica e Russo Passapusso, do BaianaSystem (Foto: Rock in Rio)

Cinco dias antes de se apresentarem juntos no Rock in Rio – banda e a cantora tocam no palco Sunset, no dia 22, sexta-feira, às 16h30 -, eles lançam o clipe de Capim Guiné, uma parceria inédita com o nome da erva que espalha com facilidade e contém propriedades de trazer proteção, de acordo com a umbanda.

Capim guiné, tão comum na Angola, tão comum no Brasil. É, a partir dessa união metafórica, que surge o discurso em uníssono por parte de Russo Passapusso e  Titica. A faixa ainda tem participação de Margareth Menezes.

Ele, a voz da melhor banda nacional da atualidade, ela, o grande destaque do kuduro. Na união de vozes e sonoridades, eles se encontram nas células rítmicas, num discurso alinhado a tratar da realidade que é árida, seca e rachada.

Produzido pelo BaianaSystem e Dudu Marote e gravado no Red Bull Station, a canção soa  como um power kuduro, fundido com o funk quente. Sobrenatural e perturbadora, a música cresce, expande e se infiltra.

“É um transe. O samba duro é o nosso elo com a África”, definiu Russo Passapusso.

O capim guiné também é quem está por baixo, àqueles que, pisados pelas botas grossas dos poderosos e endinheirados, se espalham como dá. “Juntos, somos mais fortes”, diz a canção.

Assista ao clipe de Capim Guiné, essa parceria inédita entre Baiana System e Titica:

Capim Guiné (Russo PassaPusso, Seko Bass e Titica)

(1) Criança na escola vinil na vitrola e cintura de mola é pra
(2) toda família começa de dois, trabalho é comida pra
(3) feijão com arroz comida no prato, chegando visita é pra
(4) polícia educada faz parte do povo,
Então guarda essa arma no cinto(5)
Que eu sinto a presença de vocês(6)
Muleque é noix (7)
Caboclo é noix (8)

Oito caboclo dançando com a boca espumando com a boca espumando de amor
Oito caboclo dançando com a boca espumando com a boca espumando de ódio
Não tava na conta né
Erva de capim guiné
Vários caboclo lotando o local
E o cheiro da erva sobrenatural
É o q eu sinto ….
de Capim Guiné, de Capim Guiné
Multiplicando somos mais fortes
Não vamos depender da sorte
Mesmo sem saber paradeiro da bússola
Nunca perdemos o norte
Perdido por um, perdido por mil
É assim em Angola, assim no Brasil
Podemos ser dois, podemos ser um
Se somos unidos ninguém passa frio
Povo sem cultura, povo vazio
A minha escravidão é a mental
……..
Depois cai na real

(O autor do blog publica, todos os dias, no Instagram, os drops Tem um Gato na Minha Vitrola, com dicas e avaliações sobre o melhor da nova música brasileira. Nos vemos por lá?) 

Tendências: