“Olhem as barcas”, avisou Sônia Braga

“Olhem as barcas”, avisou Sônia Braga

Patrícia Villalba

29 de novembro de 2011 | 20h24

Moradora de Niterói, a diva Sônia Braga vai de barca de um lado para o outro. Com a péssima notícia de mais um acidente com um catamarã, ontem, lembrei de uma entrevista que diz com ela. A atriz participava do seriado Tapas & Beijos, e me fez prometer que citaria “a situação precária das barcas”. E quem sou eu pra discordar?

O techo está abaixo. Quem quiser ler a entrevista publicada em 15 de maio, clique aqui.

“(…) Moro em Niterói, de lá eu saio e pego a barca (até o Rio) e observo. Eu olho muito as pessoas. Ih, agora vou ficar mal com o pessoal da barca… Vão dizer “tá olhando pra mim, é?”.

Você pega a barca?

Claro, e você não? Pego a barca, depois o metrô. Já pegou aquela de 1950? Já viu avião de 1950 ainda estar em atividade? Navio, bicicleta ou carrinho de bebê de 1950 ainda em funcionamento? Não, né? Mas barca tem. Por favor, façam uma reportagem sobre as barcas! Ela carrega criança, idoso, todo mundo. Se um dia acontecer alguma coisa… Mas essa história de observar é assim: não sou casada, moro e faço muita coisa sozinha. Isso faz você observar mais. E é uma coisa que eu gosto de fazer. Vejo uma mulher e penso “gente, combinou o sapato com a bolsa!”. É assim que eu monto as personagens. E quando preciso é só ir na “caixinha” e pegar.”

Tendências:

  • Stan Lee: todas as 29 aparições nos filmes da Marvel
  • Projeta Brasil do Cinemark apresenta filmes brasileiros por apenas R$ 4
  • Glória Maria faz cirurgia para remover lesão cerebral e passa bem
  • MIS abre novo lote para exposição imersiva de Da Vinci 
  • Mônica San Galo lamenta morte de Jesus Sangalo: 'pode-se morrer de mágoa'